Há alguns anos, a Cemig estava buscando alternativas para captação de dados e imagens para atender as demandas da operação em geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. A possibilidade de uso de satélites de baixa orbita mostrou-se promissora. Assim, este projeto tem como objetivo explorar a oportunidade de pesquisar e desenvolver tecnologias de processamento, baseadas em inteligência artificial e algoritmos de visão computacional para coleta, tratamento e processamento de dados auxiliando nas atividades de operação e manutenção da geração, transmissão e distribuição de energia elétrica.

OBJETIVoS

Este projeto faz parte da iniciativa de estruturar uma constelação de nano satélites customizados para as necessidades do setor elétrico brasileiro. Nesta primeira etapa, será desenvolvida a plataforma e definidos os parâmetros básicos para a segunda etapa, em que será desenvolvido o protótipo do 1º Nano Satélite do ocidente focado nas demandas do setor elétrico.

PrODUTO
GERaDO

Através dos dados e imagens coletados por nanossatélites, será feito um trabalho de pesquisa e desenvolvimento com o objetivo de gerar uma metodologia própria para a classificação e detecção das situações, auxiliando na tomada de decisão do operador do sistema

DESCRIÇãO
TÉCnICA SUcINTA

BENEfÍCIOS

O desenvolvimento da proposta apresenta aderência aos contextos da proteção da receita, automação do sistema elétrico, integração de sistemas na melhoria da gestão dos ativos, soluções de captura de imagens para melhorar a operação e manutenção do sistema elétrico e sensoriamento para aprimoramento da eficiência do setor elétrico.

Valor total

cerca de R$12 milhões

Prazo de execução

24 meses

Início

março/2023

Conclusão

junho/2025

Entidades envolvidas

Instituto Senai